Fevereiro – Um mês curto – Como sobreviver?

Olá, como vai?

O mês de Fevereiro é conhecido como mês curto. Além do fato de possuir só 28 ou 29 dias, muitas vezes o carnaval também cai neste mês (o que não ocorrerá este ano).

Nos empresários já se cria uma sensação de que as contas do mês serão maiores do que a receita. O faturamento cai, as contas vêm do mesmo jeito e o desespero paira no ar.

Esta é uma realidade para empresários que não se organizam, que não fazem a programação e fluxo de caixa corretos.

Reunimos uma série de dicas que podem lhe ajudar a passar por este momento difícil. 

Dica 1: Tenha sempre um dinheiro em caixa para poder “girar” o seu negócio. Deixe no mínimo um mês a frente de faturamento para o giro. Se no momento não tiver este valor disponível, procure algumas opções no mercado, principalmente nos bancos que disponibilizam este recurso especifico. Os juros são mais baixos e não há necessidade de garantia fiduciária.

Dica 2: Nunca utilize o capital de giro para compra de um bem ou serviço. Este valor deve ser utilizado para emergências que possam surgir no cotidiano da empresa ou para compra de materiais para revenda. Quanto maior a necessidade de investimento nos estoques, mais recursos financeiros a empresa será preciso, aumentando cada vez mais a necessidade do capital de giro.

Dica 3: É importantíssimo tentar conciliar o prazo de pagamento aos fornecedores com o prazo de recebimento das vendas. Evite por exemplo comprar de seu fornecedor com pagamento para 28 dias e vender para seu cliente em 30/60 dias. Haverá um “furo” no seu fluxo de caixa neste período. Para estes momentos que precisa ter o capital de giro, porém o lucro desta venda precisa compensar este período de caixa descoberto.

Dica 4: Tenha no mínimo uma planilha para controlar o fluxo de caixa, mas o recomendado é um software de gestão. Tenha preferencia para aqueles que possuem gráficos, pois a fácil visualização dos valores facilita o entendimento.

Para calcular o fluxo de caixa, utiliza-se da seguinte maneira:

Entrada de dinheiro ou valores disponíveis em caixa/banco MENOS as saídas.

E – S = F

Entradas (E) – dinheiro nas contas caixa, dinheiro em bancos, dinheiro em aplicações, receitas previstas para receber, etc)

Saídas (S) – contas a pagar, pagamento a fornecedores, pagamento de empréstimos bancários, como o próprio capital de giro, etc;

Fluxo de caixa (F) – É o resultado apurado. É influenciado pelo volume de vendas, compras, custo, prazos de estocagem e pagamento de compras, etc

Dica 5: Alguns fatores que fazem o capital de giro diminuir são:
– Diminuição das vendas
– Inadimplência
– Aumento de despesas/custos
Fique atento a estes itens !!!!

Dica 6: Para ter uma empresa sustentável, siga as seguintes dicas:
– Mantenha um fluxo de caixa bem detalhado
– Saiba quais são os lucros da empresa, Lucros por produto e Lucros totais.

Conte com um bom software de gestão para ter estas e outras informações sempre disponíveis, à distância de um clique!

A Realiza Software pode lhe auxiliar nas tomadas de decisões de negócios e fluxo de caixa. Nosso software possui um controle detalhado de receitas, despesas e apuração de resultados, inclusive com gráficos estatísticos.

Entre em contato conosco e solicite uma demonstração gratuita e sem compromisso.

Atenciosamente,
cropped-realiza-software-balao.png

(19) 3241-8490
comercial@realizasoftware.com.br
www.realizasoftware.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: